Medicina Nuclear

Saiba Mais Sobre a Cintilografia Óssea

Entenda Mais Sobre a Cintilografia Óssea e os Radiofármacos Utilizados

Olá pessoal, a cintilografia óssea é um exame de diagnóstico da medicina nuclear, as suas principais indicações são para identificação de pequenas alterações do metabolismo ósseo. Tem muita importância na avaliação de tumores ósseos primários e também metástases. Neste artigo você vai conhecer um pouco mais sobre o exame.

Como Funciona a Cintilografia Óssea

O exame de cintilografia óssea pode ser realizado para alguma região específica ou para o corpo inteiro. É injetado o radiofármaco no paciente e são captadas as imagens no equipamento Gama-Camara. O radiofármaco utilizado é o Metilenodisfosfonato marcado com Tecnécio 99m – 99mTc-MDP.

As imagens podem ser realizadas em fases (cintilografia trifásica): fluxo, equilíbrio e tardia (conforme a indicação do exame). As estruturas ósseas absorvem o radiofármaco de acordo com a atividade osteometabólica. O paciente deve beber bastante líquido e permanecer hidratado para facilitar os rins eliminarem o radiofármaco.

A cintilografia óssea de corpo inteiro tem baixas doses de radiação e alta sensibilidade no rastreamento de tumores no esqueleto. A cintilografia óssea é realizada geralmente após outros estudos radiológicos, como Raios-x e Tomografia.

Cintilografia Óssea Trifásica

As imagens da cintilografia óssea são avaliadas em fases. Na primeira fase é avaliado o fluxo sanguíneo nas estruturas ósseas, nesta fase são adquiridas imagens da região a cada 2 segundos durante 1 minuto. Na segunda fase é avaliado o equilíbrio sanguíneo na estrutura óssea  inicia carca de 5 minutos depois da injeção do radiofármaco.

Por fim, a terceira fase é a tardia e é realizadas aproximadamente 3 horas depois da injeção do radiofármaco. São realizadas imagens de todo o esqueleto nas projeções anterior e posterior, quando o radiofármaco está totalmente absorvido pela estrutura óssea.

Na imagem abaixo você pode visualizar a imagem cintilográfica com fratura no calcâneo:

cintilografia Óssea
cintilografia Óssea

Cintilografia Óssea de Corpo Inteiro

Quando o Tecnécio 99m – 99mTc-MDP é injetado na corrente sanguínea do paciente, rapidamente ele se fixa no cálcio mineral. Isso acontece porque os processos de cristalização normais dos sais de cálcio e fosfato no osso são os mesmos da fixação do radiofármaco, permitindo que o aparelho de cintilografia detectar áreas de grande ou insuficiente formação de mineral dentro dos ossos.

O exame de é super importante no estadiamento e acompanhamento do paciente com câncer de próstata pelo fato de ser um método funcional, localizando toda a extensão de metástase pelo sistema ósseo.

Na imagem abaixo é possível visualizar onde o radiofármaco foi captado, identificando nas regiões uma atividade suspeita de tumores:

cintilografia Óssea
cintilografia Óssea

Veja neste vídeo um resumo de como funciona a cintilografia óssea:

Indicações para a Cintilografia Óssea

A sensibilidade da cintilografia óssea é superior ao do Raios-X para estadiamento e acompanhamento de pacientes com suspeita de metástase ósseas. A cintilografia é indicada para avaliação de câncer de próstata, mama e pulmão. Veja outras indicações da cintilografia óssea:

  • Osteomielite
  • Traumas
  • Doenças vasculares

Outras indicações para o exame incluem distrofia, artrite reumatóide, patologias osteoarticulares inflamatórias, doenças articulares degenerativas, detecção precoce das complicações em próteses articulares de quadril e joelho.

Até a próxima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo