Física Radiológica

Física Radiológica, tudo sobre a Física da Radiologia

Física Radiológica fácil para estudar

A Radiologia abrange uma gama de atividades, desde o Diagnóstico Terapia e o setor Industrial, todas estas modalidades dependem não somente da utilização de técnicas para o processo de formação da imagem e de tratamento, mas também a compreensão de alguns fenômenos físicos importantes para o melhor aproveitamento da utilização das radiações.

Veja como é fácil entender a física radiológica.

Os Raios X descobertos pelo Físico Röentgen em 1895 foram utilizados imediatamente para aplicações na medicina, no entanto, os benefícios para um melhor diagnóstico e o tratamento de patologias estão acompanhados pelo risco a saúde dos pacientes e dos operadores dos equipamentos.

Os conceitos abordam a relação entre os benefícios e os prejuízos à saúde.

Física radiológica
Física radiológica

Os conhecimentos das grandezas e unidades na física, cálculos de blindagem, radioproteção, limites de doses e formação de imagem são fundamentais para a formação do profissional.

Para o melhor conhecimento dos equipamentos do Radiodiagnóstico, da Medicina Nuclear, da Radioterapia e da Industria é importante o operador ter noções dos princípios físicos que envolvem a radiologia, as radiações eletromagnéticas e corpuscular, a física nuclear, a física das radiações, propriedades dos Raios X, formação da imagem, interação das energias com a matéria, efeitos biológicos da radiação ionizante, entre outras temáticas.

Conhecer o processo de formação da imagem dos exames, desde os modelos atômicos aos princípios físicos de cada equipamento. Assim como também conhecer a Energia Nuclear.

Neste artigo trabalhamos com os entendimentos básicos da Física na Radiologia e suas aplicações.

Deixe seu comentário sobre o artigo. Esse trabalho está sendo feito por você.

Até a Próxima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo