Radiologia Industrial

Radiografia Industrial: conheça as aplicações e o mercado de trabalho

Veja as Aplicações e as Áreas de Atuação do Profissional na Radiografia Industrial

Olá pessoal, neste artigo vamos conhecer a Radiografia Industrial, um dos métodos presentes na Radiologia Industrial e nos Ensaios Não Destrutivos. Vamos lá!

A radiografia industrial é um tipo de ensaio não-destrutivo, assim como a radiografia na área médica, o método é baseado no disparo da energia da radiação em um alvo com o objetivo de obter uma imagem radiográfica desse alvo. Na área médica a radiação interage com o corpo humano ou veterinário, já na área industrial, a irradiação interage com diferentes materiais e peças. Mas o princípio físico é o mesmo.

Enquanto a radiografia médica possibilita a visualização de fraturas ósseas, na radiografia industrial é possível visualizar descontinuidade de materiais, como rachaduras, falhas em soldas, variações na composição de peças.

radiografia industrial
radiografia industrial

A radiação pode ser detectada por meio de um filme ou tubo de imagem. A radiação também pode ser medida por detectores eletrônicos de radiação.

A variação da quantidade de radiação absorvida pelos detectores indica a existência ou não de uma falha no material. Ou seja, o material é irradiado, a radiação interage com o material que absorve a energia, se houver radiação chegando nos detectores significa que há espaços vazios no material.

Início da Radiografia Industrial

Após Roentgen descobrir os Raios-X em 1895, se imaginou o potencial uso da energia para fins médicos, mas Roentgen não só radiografou a mão de sua esposa Anna Bertha, como também o seu rifle de caça. Na imagem foi possível observar um defeito na arma, essa foi a primeira ideia de que era possível utilizar a energia dos Raios-X para o controle de qualidade de peças industriais.

Existem documentos históricos em que afirmam a utilização dos Raios-X para inspeção de armamento durante a I Guerra Mundial. Após muitas décadas o uso dos Raios-X foram introduzidos de fato como uma importante contribuição para os ensaios não-destrutivos.

Aplicações da Radiografia Industrial

A radiografia industrial é muito utilizada na inspeção de soldas, materiais fundidos e forjados. Está presente no controle de qualidade de industrias automotivas, industrias navais, industrias siderúrgicas, aviação e materiais bélicos, como explosivos. Também possui ampla aplicação nas industrias de petróleo e petroquímicas, como a Petrobrás.

Na indústria de aviação, os Ensaios Não destrutivos são fundamentais. A fabricação de aeronaves é um processo complicado e caro. A radiografia detecta pequenos defeitos, evitando possíveis acidentes. Veja essa imagem de uma peça de avião radiografada.

radiografia industrial
radiografia industrial

Abaixo está um vídeo do Telecurso 2000. É um vídeo antigo, mas com uma aula muito, mas muito boa mesmo sobre Radiografia Industrial.

A radiografia industrial permite o registro de informações e evidências para que a inspeção do controle de qualidade seja incontestável. Além da energia dos Raios-X, a radiografia industrial também é realizada com a energia dos Raios Gama, chamado de Gamagrafia.

A Gamagrafia pode ser realizada em instalações abertas, como torres de processamento de gasolina e de álcool, tubulações, entre outras aplicações.

Uma outra aplicação está na inspeção de segurança não invasiva, isso é a utilização dos Raios-X para verificar o interior de bagagens, volumes, cargas e contêineres. Também utilizada para garantir a segurança em presídios, portos, aeroportos, alfândegas, eventos, estádios, estradas, rodovias, fronteiras, para combater a sonegação fiscal e o tráfico de drogas e armas.

Na Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, foram utilizados aparelhos de Raios-X para evitar que pessoas entrassem nos estádios com armas ou explosivos.

radiografia industrial

radiografia industrial

Mercado de Trabalho na Radiografia Industrial

Como a radiografia industrial utiliza radiações ionizantes é necessário a proteção radiológica de todos os envolvidos, a equipe, indivíduos do público e o meio ambiente.

Por isso, existem cursos de radiologia industrial e certificações para profissionais da radiologia se especializarem na área. Para trabalhar como operador de radiografia industrial deve se respeitar as Normas a CNEN, clique aqui e conheça a Norma CNEN NN 7.02 – Resolução CNEN 144/13 de 2013.

Todo operador de radiografia industrial deve possui qualificação, atestando seus conhecimentos técnicos. Por se tratar da área de radiação ionizantes e em termos da Lei 7394/85, apenas Técnicos e Tecnólogos em Radiologia deveriam atuar nessa área, porém, outros profissionais como engenheiros, por exemplo, atuam na área de radiologia industrial, é um assunto muito discutido em congressos.

O operador de radiografia industrial possui também outra nomenclatura, chamado de Operador nível I, para se tornar um operador nível I é necessário possuir treinamento de Proteção Radiológica em Radiografia Industrial com uma carga horária mínima de 80h e ser certificado com a qualificação de Operador da CNEN.

Sendo necessário então o profissional realizar algum específico curso de radiologia industrial para atuar na área.

No próximo artigo vamos conhecer os equipamentos utilizados na Radiografia Industrial, Equipamento de Raios-X, Equipamento Emissor Gama, Acelerador Linear, Irradiador, Fontes Seladas de Cobalto e Irídio.

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo