Radioterapia

4 Dúvidas Sobre Acelerador Linear Que Você Sempre Quis Saber

Saiba Tudo Sobre o Acelerador Linear

Um acelerador linear (LINAC) personaliza raios x de alta energia para se adaptar a forma do tumor e destruir células cancerígenas, poupando o tecido normal circundante.

Possui várias medidas de segurança interna para garantir que ele não vá entregar uma dose mais elevado do que o prescrito e é rotineiramente verificado pelo físico médico para garantir o bom funcionamento.

Se você está marcada para a terapia de radiação usando um LINAC, seu oncologista irá colaborar com um dosimetrista de radiação e um físico médico para desenvolver um plano de tratamento para você.

Seu médico irá verificar este plano antes de tratamento iniciar e implementar procedimentos de controle de qualidade para garantir que cada tratamento seja entregue da exata mesma maneira.

acelerador linear
acelerador linear

#1 – Para Que Serve o Acelerador Linear?

Um acelerador linear (LINAC) é o dispositivo mais comumente usado para tratamentos de radiação de feixe externo para pacientes com câncer.

O acelerador linear é utilizado para tratar todos os órgãos do corpo. Oferece alta energia raios-x à região do tumor do paciente. Estes tratamentos de raio-x podem ser projetados de tal forma que destroem as células cancerosas, poupando o tecido normal circundante.

O LINAC é utilizado para tratar todos os locais do corpo, usando técnicas convencionais, a terapia de radiação modulada (IMRT), terapia de radiação guiada imagem (IGRT), radiocirurgia estereotáxica (SRS) e estereotáxica corpo rádio terapia (SBRT).

#2 – Como Funciona o Acelerador Linear?

O acelerador linear usa tecnologia de microondas (semelhante ao utilizado por radar) para acelerar os elétrons em uma parte do acelerador chamado o “guia de onda”, então permite que esses elétrons colidir com um alvo de metal pesado para produzir raios-x de alta energia. Estes raios-x de alta energia são moldados como eles saem da máquina para se adaptar a forma do tumor do paciente e o feixe é personalizado de acordo com o tumor do paciente.

O feixe pode ser em forma de blocos que são colocados na cabeça da máquina ou por um colimador multileaf que é incorporado a cabeça da máquina.

O feixe sai da parte do acelerador chamado um pórtico, que pode ser girado em torno do paciente. A radiação pode ser entregue para o tumor de qualquer ângulo girando o pórtico e mover o gantry de tratamento.

acelerador linear
acelerador linear

#3 – Quem Opera este Equipamento?

O oncologista do paciente prescreve o tratamento adequado volume e dosagem. O físico médico e o dosimetrista determinam como entregar a dose prescrita e calcular a quantidade de tempo que levará o acelerador para entregar essa dose.

Radioterapeutas e Profissionais da Radiologia operam o acelerador linear e ministra aos pacientes os tratamentos de radiação diária.

#4 – O Acelerador Linear é Seguro Para o Paciente?

Segurança do paciente é muito importante e é garantida de várias maneiras.

Antes do tratamento ser entregue ao paciente, um plano de tratamento é desenvolvido e aprovado pelo oncologista em colaboração com o físico e dosimetrista.

O planejamento é verificado novamente antes que o tratamento seja realizado e procedimentos de controle de qualidade garantem que o tratamento seja entregue como planejado.

O controle de qualidade do acelerador linear também é muito importante. Existem vários sistemas incorporados no acelerador para que ele não vá entregar uma dose mais elevada do que o oncologista prescreveu.

Todas as manhãs antes de todos os pacientes são tratados, o radioterapeura executa verificações no aparelho usando um pedaço de equipamento chamado um “tracker” para certificar-se que a intensidade de radiação é uniforme através do feixe e que está funcionando corretamente. Além disso, o físico conduz verificações mais detalhadas semanais e mensais do acelerador linear.

Os modernos aceleradores lineares também tem sistemas internos de controle que não permitem que o aparelho seja ativado a menos que forem atendidas todas as exigências de tratamento prescrito.

Durante o tratamento, o terapeuta de radiação continuamente observa o paciente usando um monitor de circuito fechado de televisão. Há também um microfone na sala de tratamento para que o paciente pode falar com o terapeuta, se necessário.

Filmes de Porto (radiografias com o feixe de tratamento) ou outras ferramentas de imagem como o feixe cônico CT são verificadas regularmente para certificar-se que a posição do feixe não varia do plano original.

Proteção Radiológica do profissional que está operando o acelerador linear também é importante. O acelerador linear fica numa sala com chumbo e paredes de concreto, para que os raios-x de alta energia sejam blindados e ninguém fora da sala seja exposto a raios-x. O profissional deve acender o acelerador de fora da sala de tratamento. Porque o acelerador apenas emite radiação quando na verdade está ligado.

Até a próxima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo