Radioterapia

Radioterapia. Conheça a Arcoterapia Volumétrica Modulada

Saiba Mais Sobre a Técnica de Radioterapia - Arcoterapia Volumétrica Modulada - VMAT

Arcoterapia Volumétrica Modulada, também conhecida como VMAT, é uma evolução da Radioterapia de Intensidade Modulada – IMRT.

Esta técnica associa conformação de dose modulada com a rapidez de um tratamento em arco, obtendo distribuições de doses complexas, com segurança no menor tempo possível, reduzindo o tempo que o paciente necessita ficar imóvel, promovendo mais conforto e redução da variação de movimentos durante a sessão de tratamento.

Existem várias formas de realizar a IMRT, no entanto, usualmente no momento da irradiação, enquanto as lâminas se movimentam para modular o feixe, o aparelho permanece estático, até o término da irradiação daquele campo.

Quanto maior for o número de campos, isto é, de portas de entrada de radiação, menor será a “quantidade” de radiação que atravessa uma determinada porção do corpo. Normalmente a IMRT utiliza inúmeros campos, tornando os tratamentos morosos e com impacto no doente, pois estes precisam suportar imóveis, longos períodos de tratamento.

Já a arcoterapia consiste no controle automático da velocidade de rotação do braço (gantry) da máquina, enquanto algumas lâminas de colimação (MLC) se movimentam, permitindo a passagem da radiação em pequenas aberturas altamente focalizadas.

Os períodos de feixe ligado e desligado, ou seja, liberando ou não radiação se alternam, variando a taxa de dosagem da máquina. Assim, todo o volume-alvo é atingido de tal forma que a radiação seja esculpida precisamente em três dimensões.

Desta maneira é possível irradiar com intensidade modulada 360º ao redor do doente e, num tempo de apenas dois/três minutos, dependendo de cada caso clínico. A VMAT se difere das técnicas existentes porque ele oferece a dose para todo o volume, em vez de fatia por fatia.

E o algoritmo de planejamento garante a precisão do tratamento, minimizando a dose nos tecidos saudáveis circundantes.

O planejamento com a VMAT é realizado através de sofisticados programas de computador que analisam os dados de imagem de diagnóstico e calculam a melhor maneira de entregar a dose de radiação para minimizar o impacto sobre os tecidos saudáveis para cada paciente.

radioterapia vmat
radioterapia vmat

O paciente é posicionado estereotáxicamente com uma precisão milimétrica, por meio da fusão da Tomografia Computadorizada de planejamento com a imagem de Feixe cônico (CBCT), obtida diretamente na máquina de tratamento, pois imediatamente antes de começar a irradiar o paciente, é possível utilizar uma ferramenta chamada IGRT, onde através de um simples procedimento de imagiologia de dois minutos usando a máquina de On-Board Imagens ou Cone Beam CT acoplado ao acelerador é possível fazer imagens que serão revistas pelo radioterapeuta, possibilitando ajuste no posicionamento, não havendo necessidade do paciente se mover da mesa para este processo, pois todos os ajustes são feitos automaticamente.

O tempo de tratamento varia dependendo do diagnóstico do paciente, porém, no geral a dose é fracionada em sessões diárias de 10 minutos, geralmente cinco dias por semana, durante seis ou sete semanas.

O fracionamento diário, bem como a pausa do tratamento no fim de semana possibilita a regeneração de células sadias, o que favorece a diminuição de efeitos colaterais.

Até o próximo artigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo